Como cultivar

Vamos encarar a realidade. Cultivar a própria erva já é algo comum entre os cannabistas de longa data e não ha motivos pra ser diferente. Cannabis é uma planta que, se manipulada corretamente, pode ser consumida com finalidades especificas.

Se pensarmos em um panorama mais amplo, este tipo de ação é corriqueira no dia-a-dia. Fazemos isso com diversas outras plantas com a mesma intenção, porem com resultados distintos. Usamos plantas para conseguir uma cor, um aroma, uma estética, um sabor e até mesmo algum tipo de mudança de estado físico ou psíquico. Exatamente. Quem nunca bebeu um pouco de chá de erva cidreira para dormir?

Não consigo ver algo negativo em plantar cannabis e até mesmo fazer uso recreativo de seus frutos. É algo natural do ser humano desde que o mundo é mundo. Há muitas possibilidades em cultivar Cannabis. Pode ser usada como fibra de tecido, decorativo, medicina, recreação, combustível e até mesmo para o combate às drogas.
Pode parecer, a princípio, contraditório, mas se levarmos em conta que a cannabis pode ser usada como anti ansiolítico (assim como o tabaco), veremos que pode ser uma boa alternativa para controle de dependentes químicos nos primeiros estágios da abstinência.

Mesmo sendo a favor do consumo e cultivo de cannabis, seria irresponsável não abordar o tema dos males que a droga causa. Toda substancia que ingerimos, até mesmo os alimentos, causa algum desgaste ou desequilíbrio em nosso corpo. O simples habito de inalar a fumaça de um baseado já é danoso o suficiente para causar problemas de saúde.

Existem inúmeras ‘desculpas’ para um usuário de cannabis se apegar como muleta ou raciocínio de conforto. Se compararmos o cigarro de cannabis com o cigarro de tabaco, obviamente encontraremos um material mais danoso no “careta”. Mas este não é um raciocínio muito inteligente. Se fizermos a mesma comparação entre cannabis e oxigênio (O2) claramente veremos uma grande desvantagem em inalar a fumaça.

Embora existam outros métodos de consumo de cannabis, nenhum é cientificamente comprovado seguro. Salvo os casos onde a droga é ministrada por profissionais da saúde, com dosagens específicas e componentes químicos isolados da erva. Há muito ainda o que se estudar sobre esta planta e vamos chegar lá.

 

Chega de bla bla bla e vamos ao que interessa!

Estou carregando o banco de dados do site com as informações sobre cultivo indoor e outdoor. Vou tentar usar uma linguagem bem simples e clara, popular. A intenção é passar a informação de como proceder com a sua planta sem cometer muitos erros. É a receita do bolo pra conseguir plantar sua cannabis. Depois de conseguir seus primeiros frutos, recomendo a todos a se especializar em duas ou tres espécies.

 

Mas é claro que você tem que buscar sempre o conhecimento que ainda não tem. Continue sempre estudando e se aperfeiçoando. Plantar cannabis não é apenas fumar bagulho. Isso é coisa de maconheiro. Plantar cannabis é um estilo de vida, dedicação, sensibilidade e conhecimento. Pelo menos pra mim, me fez muito bem. Bons estudos a todos os leitores.

 

Antes de mais nada, você vai precisar de sementes. Comece com as melhores. Eu trabalho com um banco de sementes excelente que recomendo:

(Caso não consiga ver a imagem acima, acesse: http://www.seedsman.com/?a_aid=plantegrow)
Vou disponibilizar, a principio, apenas o link de todos os conteúdos. Assim que eu tiver com todo o conteudo inicial postado no site, eu vou desenvolver melhor esta página por topicos e categorias. Tudo que for pra facilitar o consumo das informações deste site.